Festa Junina

87

Origem da Festa Junina


A festa junina pode ser explicada de duas maneiras. A primeira é para explicar o surgimento das festividades que ocorrem durante o mês de Junho e algumas também no mês de Julho e a segunda é que a festa tem origem em países católicos da Europa e, portanto, seriam em homenagem a São João.

Antes a festa era conhecida como Joanina, foi trazida para o Brasil pelos portugueses, ainda no período colonial. Os portugueses trouxeram junto com eles vários elementos culturais portugueses, chineses, espanhóis e franceses, fazendo assim com que chegassem ao Brasil as danças marcadas, características típicas das danças nobres conseguindo influenciar aqui no Brasil as quadrilhas. Junto com tudo isso veio também os fogos de artifício, dança de fitas etc. Um pedacinho de cada cultura que hoje faz essa grande festa Junina.

Com o passar do tempo essas culturas foram se misturando, contando com as coisas típicas de cada região do Brasil. A festa junina do nordeste, por exemplo, presta suas homenagens não só para São João, mas também para São Pedro e Santo Antônio. Com a festa junina o nordeste ganha muitos turistas, assim como em todo o Brasil.

Festa junina é alegria!

Mas além de toda a dança e a festividade que se encontram na festa junina, muitas pessoas vão participar pelas comidas típicas que sabem que vão encontrar o que não pode faltar são as famosas, pamonhas, milho cozido, canjica, cuzcuz, bolo de milho, pinhão, amendoim, cocada, pé-de-moleque, o tão famoso quentão entre muitos outros!

Além de toda essa comida, é claro que não pode faltar o figurino, que quanto mais colorido mais combina com a festa junina, vai desde o chapéu de palha até a calça com retalhos para os homens, e os vestidos de babados para as mulheres.

Nessa grande festa junina contamos também com as tradições, como as fogueiras que servem como centro para a famosa dança de quadrilhas. Além da fogueira também tem os balões e as bandeirinhas.

Mas a festa junina não acontece apenas em um local marcado, no nordeste são muito famosos os grupos festeiros que vão andando e cantando pelas ruas da cidade.

Já na região sudeste a festa junina é realizada como quermesses (quermesses são festas realizadas em diversas épocas, de acordo com cada paróquia. Geralmente são compostas por manifestações e quitutes típicos de cada região como barracas de sorteios, jogos com prêmios, bebidas e típica comida caipira, além da dança de quadrilha.)

Como Santo Antônio é considerado o santo casamenteiro, é comum as simpatias para mulheres solteiras que querem se casar. No dia 13 de junho, as igrejas católicas distribuem o “pãozinho de Santo Antônio”. Diz à tradição que o pão bento deve ser colocado junto aos outros mantimentos da casa, para que nunca ocorra a falta. As mulheres que querem se casar, diz a tradição, devem comer deste pão.

Concluindo a festa junina, independente do lugar é uma festa para comer, dançar e se divertir!!

Uma ótima festa junina a todos.